Fraude na Autonomy agrava perdas da HP

O ano fiscal de 2012 foi negativo para a HP. A tecnológica norte-americana registou uma queda nas receitas do quarto trimestre, que aliado às perdas anteriores, resultou num prejuízo anual de 12,7 mil milhões de dólares.

Hewlett Packard Automation

As receitas da Hewlett-Packard caíram 7% no quarto trimestre fiscal de 2012, que terminou a 31 de outubro, em comparação com igual período do ano passado. As receitas foram de 30 mil milhões de dólares, mas o trimestre da HP ficou marcado por outros maus resultados financeiros.

A área dos PC/portáteis teve uma perda de 12% relativamente a 2011, enquanto a área da impressão caiu 7%. Em termos globais, o total de “unidades de hardware” vendidas caiu 20% no espaço de um ano. Os únicos ganhos registados foram na área de software, num crescimento de 14%, mas o pouco peso dentro da economia da HP não chegou para inverter os resultados negativos.

A empresa norte-americana teve um prejuízo de 6,9 mil milhões de dólares entre agosto e outubro deste ano, muito por causa da “despesa” de 8,8 milhões de dólares que a tecnológica herdou com a compra da Autonomy. A HP revelou que a empresa apresentava “fortes irregularidades contabilísticas, falhas de divulgação de resultados e deturpações financeiras”. “Sentimo-nos terríveis por este negócio”, contou aos investidores Meg Whitman, diretora executiva da HP.

A compra da Autonomy é a maior aquisição da história da HP, num negócio de 10,6 mil milhões de dólares e foi consumada ainda antes da nova CEO tomar a liderança da empresa. Na opinião de Meg Whitman os dois antigos diretores executivos da HP deviam ser responsabilizados por este incidente económico. O próximo passo é nomear uma equipa para resolver a situação da Autonomy, tendo em vista já o próximo trimestre fiscal. Entretanto a HP já denunciou o caso às autoridades financeiras dos EUA.

A Hewlett-Packard ficou assim muito abaixo das expetativas dos investidores que esperavam um lucro de 2,2 mil milhões de dólares e receitas de 30,4 mil milhões de dólares. Caso a fraude da Autonomy não tivesse acontecido, a HP falharia por muito pouco as estimativas do mercado.

2012: “o fim do mundo” da HP não era uma profecia

Com a divulgação dos resultados financeiros do último trimestre fiscal de 2012, a HP apresentou o balanço final de todo o ano fiscal. As receitas foram de 120,4 mil milhões de dólares, uma queda de 5% relativamente aos 127,2 mil milhões de dólares registados em 2011.

Entre outubro do ano passado e outubro deste ano os prejuízos da empresa norte-americana foram de 12,7 mil milhões de dólares, uma diferença considerável para os 7,1 mil milhões de dólares de lucro registados no ano anterior.

Para inverter os resultados negativos registados a HP anunciou durante 2012 grandes alterações na estrutura da empresa. Ao todo vão ser eliminados 27 mil postos de trabalho nos próximos trimestres, tendo em vista a redução de despesa, para que a empresa possa voltar a apresentar resultados positivos.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Anúncios

Sobre Rosdet Nascimento

Nasci em 1985 em São Tomé e Príncipe, mas vivi toda a minha vida no concelho de Cascais. Tenho formação na área de informática, mas sou administrativo numa grande multinacional, dizem que a maior delas. Além da escrita e do cinema, sou amante de desportos como Running e Krav Maga. Guerreiro é o meu primeiro romance.
Esta entrada foi publicada em Negócios. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s