iPhone 5S: Leitor de digital é seguro e precisa de dedo vivo para funcionar

iphone1

  Uma semana após o lançamento do iPhone 5S e a confirmação de que o aparelho vai mesmo ter um leitor de impressão digital, a Apple viu-se obrigada a esclarecer quais são os protocolos de segurança do dispositivo, como forma de tranquilizar os seus clientes sobre o uso da ferramenta.

Uma das preocupações mais comuns entre os amantes da marca da maçã é a de que a impressão digital armazenada na memória do iPhone poderia ser roubada e/ou pirateada, seja por agentes governamentais ou por criminosos, com diferentes fins e objetivos.

Em tempos de vigilância e espionagem, a preocupação é mais que compreensível. Afinal, será que o governo americano não poderia usar a plataforma para conseguir informações sobre os hábitos dos cidadãos, ainda mais tendo a certeza sobre quem é o dono do aparelho?

iphone2

A Apple afirma, no entanto, que o leitor não armazena imagens da impressão digital utilizada, e sim dados criptografados que não poderão ser roubados, seja vasculhando a memória do aparelho, seja pelo uso de uma App de terceiros.

Dedos cortados

  A outra questão abordada responde a um medo de que o novo dispositivo de segurança do aparelho poderia levar a roubos ainda mais violentos por parte dos ladrões – que, para fazer o iPhone 5S funcionar, cortariam e levariam o dedo dos utilizadores.

Esse medo alude a um caso de carjacking anos atrás, na Malásia, em que os ladrões cortaram o dedo do dono de um Mercedes, para fazer o veículo funcionar.

A Apple garante, porém, que o Touch ID só reconhece dedos vivos. O sensor utiliza sinais de rádio que detectam as camadas sub-epidérmicas da pele, o que significa que é necessário que o dedo esteja vivo e ligado ao corpo do utilizador.

iphone3

“Ninguém no ramo quer saber de dedos cortados e corpos mortos, mas ainda temos que tirar o medo dos consumidores e fazê-los entender que um dedo cortado não vai funcionar no aparelho”, diz um especialista da Validity Sensors, empresa responsável pelos leitores biométricos.

Será que estas explicações vão dar aos consumidores mais confiança para utilizar o novo iPhone? É possível acreditar na palavra da empresa sobre a criptografia dos dados? E o medo de ter os dedos cortados, é atenuado? Ou continua a temer que ladrões cortem o seu polegar ainda assim, na ignorância sobre a segurança dessa tecnologia, ou mesmo porque não leram este artigo?

Fonte: MashableBusiness InsiderBBC News

Patrocinado por: ops portugal logo_small
Anúncios

Sobre Rosdet Nascimento

Nasci em 1985 em São Tomé e Príncipe, mas vivi toda a minha vida no concelho de Cascais. Tenho formação na área de informática, mas sou administrativo numa grande multinacional, dizem que a maior delas. Além da escrita e do cinema, sou amante de desportos como Running e Krav Maga. Guerreiro é o meu primeiro romance.
Esta entrada foi publicada em Apple, iPhone, Novidades. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s